Ir para conteúdo

coment_infos_bkpFB

Membros
  • Total de itens

    2.077
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

coment_infos_bkpFB ganhou no último dia Novembro 28

coment_infos_bkpFB teve o conteúdo mais curtida!

Reputação

50 Excellent

1 Seguidor

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Por experiência própria acho qie doses altas de psicodélicos podem agravar sua condição, ainda mais que não temos total certeza do que ingerimos. Nesse caso, se deixar de lado os psicodélicos não for uma opção pra você, acredito que microdoses de cogu seja o mais aconselhado, pois vc mesmo pode colher e sabe exatamente o que está ingerindo.
  2. E uma caixinha d surpreza cogumelos eu ja vi curar trastornos ! Mais tbm sei e tenho conciencia q tbm pode piorar ! Entao isto e muito muiti complexo para afirmar algo tanto contra como a favor ! Cabe a pessoa estudar e ver se esta disposto a par qualquer preço !
  3. As pessoas dizem que LSD é coisa de alucinado que quer fugir da realidade... Muito pelo contrário, o LSD tem o incrível poder de te despertar para o mundo externo. O LSD me desperta para a realidade e me obriga a enfrentá-la sm medo fazendo eu crescer como pessoa a cada dia que passa.
  4. Eu uso os psicodélicos com o exato intuito de crescer socialmente. O LSD potencializa e desenvolve a minha capacidade de me adaptar a realidade e ao sistema fazendo eu enchergar todos os pontos negativos e melhorá-los, resolvê-los ou ignorá-los.
  5. Eu sou psicólogo e tenho leituras em psicanálise e fenomenologia. Só uso maconha. Ela me ajuda nesse processo de expansão da consciência e aumento da percepção do tempo presente. Os conhecimentos em psicanálise me ajudam a reconhecer aquilo que não é meu, daquilo que é meu. Explicando um pouco melhor: meu pai desejava que eu fosse doutor (ter um doutorado), logo, assim que entrei na faculdade busquei me envolver em pesquisas e tudo que poderia impulsionar meu currículo para um possível mestrado e doutorado. No fim da faculdade, últimos períodos, estava esgotado. Esse ritmo não fazia bem a mim, nem a minha família. Conheci alguns amigos que estavam no mestrado e eles passaram a imagem de que era um mais do mesmo, apenas briguinha de egos frágeis. Nessa mesma época conheci a maconha. O contato com ela desarmou meus principais mecanismos de defesa (termo psicanalitico) e permitiu um maior reconhecimento dos conteúdos inconscientes com os quais vivia me degladiando. Encurtando a história: larguei os planos que não eram meus e não me faziam bem, passei num concurso para psicólogo de uma prefeitura do interior e hoje vivo de uma forma que nunca imaginei viver. Enfim, acredito que o segredo esteja no equilíbrio. Poder dar vazão a um objetivo na vida sem que seja regido pelos ideais de sucesso presentes na sociedade (a saber, dedicar uma vida toda a juntar montanhas de dinheiro). O processo não é nada fácil. Tive de frustrar familiares e me desfazer de amizades que me eram caras, visto que quando você deixa certos objetivos de lado automaticamente acaba deixando de frequentar certos círculos sociais ou as pessoas deixam de te reconhecer. Um filme que é didático nesse aspecto, principalmente no final dele, é o Capitão Fantástico (2016). Espero ter ajudado ?
  6. "E quem disse que precisamos chegar à algum lugar ou encontrar a evolução espiritual? evolução espiritual pra que? pra satisfazer a sua própria necessidade de se sentir bem. Se está doloroso e eu quero mudar , então eu estou mudando para algo que me de mais prazer, como ser bem sucedido ou encontrar a evolução espiritual máxima com os ""monges tibetanos"". Porém, essa busca por prazer me torna uma pessoa indiferente, e quando começo a me acostumar com isso eu busco outra coisa que me dê mais prazer. Consegue perceber esse círculo que acabamos nos habituando? Se eu mudo com o motivo de buscar mais prazer ou felicidade eu vou acabar voltando para o começo do círculo de novo. Para se ver as coisas com clareza não há prazer ou desprazer, você não olha para as coisas querendo guardá-las. Consegue ver que até as nossas próprias memórias funcionam como uma barreira."
  7. Eu curto muito a ideia de entrar em mim mesma e me permitir essa expansão da consciência e talvez chegar a evolução pessoal, porém tenho receio de fazer sozinha ou com minha namorada que tbm nunca fez. Qual substância vcs usaram que levou a um patamar maior? Foi já na primeira experiência? Tenho um conhecido que usou DMT em um rito xamânico e adorou a experiência.
  8. Daora demais essa discussão! Eu tento equilibrar os dois lados da coisa pq acho q nenhum deles eu estaria feliz 100%, mas ainda estou no processo de descobrir o meu caminho!
  9. Não há diferença, ambas possibilidades são anseios do ego sedento por identificação.
  10. Depois do Universo Paralello e mais 21 dias viajando pelo litoral não preciso de nada disso para querer me tornar um monge ..... Kkkkkkkkkkkkkkk
  11. eu questiono sempre se esse é o mundo que eu quero viver, sabe acho que a nossa vida é mais que estudar, trabalhar e morrer. este estilo capitalista de vida que o ser humano se adaptou me faz questionar qual o nosso sentido de vida.
  12. A covardia e o medo impedem as pessoas de fazer tanta coisa que elas nem imaginam
×